Viveka Ljungström: A cultura pode salvar a natureza

Viveka Ljungström: A cultura pode salvar a natureza

CRÔNICA: Pense em como a palavra natureza e natural é usada de maneira descuidada. Mas o que é natureza? Um prado é natural? A pastagem é natureza?

A cultura pode salvar a natureza

Imagine se você pegasse e fizesse uma campina na cidade.

Muito do que chamamos de natureza é, na verdade, cultura, ou seja, criada pelo homem, embora tenha sido há muito tempo.

Um prado com árvores decíduas é um dos lugares mais ricos em espécies do mundo e uma pastagem é o lar de espécies que só sobrevivem se os cascos pisarem o solo. Mas nenhum deles é a natureza, eles são a cultura, criada pelo homem há vários milhares de anos. Criada, não para ser rica em espécies, mas para garantir que os tambos tenham uma boa alimentação, o ano todo. No pasto eles pastam, na campina cresce a forragem de inverno. Pastagens e prados são encontrados em locais que são ricos em espécies por natureza e desde então foram alterados pelos humanos e, portanto, se tornam ainda mais ricos em espécies.

Agora não temos mais uso para pastagens e prados. Os animais são alimentados de forma diferente. Então, eles estão desaparecendo. E com eles muitos animais e plantas. Mas eles não precisam desaparecer. Podemos escolher preservá-los porque os consideramos bonitos e porque acreditamos que é bom para nós que muitas espécies tenham permissão para viver.

Jardim também não é natureza. É cultura. A palavra cultura significa apenas cultivar ou cultivar. Mas mesmo que não seja natural, os animais e as plantas prosperam ali. E ao cultivar o nosso jardim, podemos fornecer ambientes onde os pássaros, insetos e plantas da natureza gostam de viver.

Nas culturas, isso vira moda. E agora a tendência que fala por uma sociedade camponesa e autossuficiência é forte. Vamos cuidar disso. Se todos os proprietários transformassem metade de seu gramado em um prado e parassem de cortar essa parte com um cortador de grama motorizado, isso nos levaria a reduzir as emissões de dióxido de carbono em pouco mais de 17.000 toneladas por ano! Além disso, várias espécies de plantas e animais ameaçadas de extinção encontrariam refúgio.

Em naturskyddsforeningen.se, há descrições de como fazer um prado.

Na próxima edição da Allt om Trädgård (nas lojas em 15 de fevereiro), há um grande especial de sementes com dicas sobre muitas sementes interessantes. Lá sugerimos, entre outras coisas, novas misturas de sementes de prados.

VIVEKA LJUNGSTRÖM

editor-chefe Allt om Trädgård

QUER AGORA!

O especial de tendência desta primavera finalmente chegou. Aqui está uma pequena amostra das coisas que não quero ficar sem neste verão.

Na medida e talvez o mais quente neste verão seja móveis de vime. Felicidade é encontrar um velho em um mercado de pulgas. Se você não fizer isso, você é Monet do dinamarquês sika-horsnaes.com, uma alternativa.

Um livro popular de autoajuda chamado O hipopótamo na sala de estar (Tommy Hellsten, Cordia). Vale a pena ler sobre como é fácil acontecer que tragédias familiares permaneçam sem solução, embora a consequência seja como viver com apenas um hipopótamo na sala. Coleciono hipopótamos para me lembrar de ousar enfrentar o que é difícil. Coloco o de Anne Nilsson em concreto no jardim. anerilssonkonst.se

Jardim é prazer. Aperte um maca entre as árvores e ouça os zangões quando as cerejeiras estão em flor. Este colorido vem de marimekko.com

O pano de cera mais macio de Marimekko é Madressilva e vendido ao metro. Eu coloquei sobre a mesa por fora e por dentro.

Lien é superior a maioria dos cortadores de grama. Além disso, é, para a direita louca e voltada para as tendências, ter se encostado em uma parede. Elegante, bem feito e no topo da lista de desejos está slåtterlie Lif de groform.se.


É possível separar a natureza da cultura, jardinagem é natureza ou cultura? Todas as formas de vida são iguais no que diz respeito à conservação da biodiversidade? A barata vale tanto quanto o guckusko? Onde está a linha entre o natural e o não natural, clonar plantas parece natural, mas não clonar animais?

Em quinze ensaios, um grupo de pesquisadores de diversos campos temáticos escreve sobre sua visão da natureza de uma forma divertida e instigante. Que os autores entreguem mais perguntas do que respostas é perfeitamente normal. Porque ao ser confrontado com suas diferentes linhas de pensamento, você, como leitor, é inspirado a pensar mais sobre o significado e a essência da natureza.


Felicidade da natureza: nossa valiosa diversidade biológica

Ola Jennersten leva-nos à nossa natureza fascinante e viva e conta com palavras e imagens conhecedoras e cativantes sobre as quais mais precisam flores e plantas como abelhas, abelhas, borboletas e outros insetos, os polinizadores importantes. O que podemos fazer em casa é valioso e divertido. A recompensa será uma natureza viva e vistosa e jardins com flores e frutos em árvores e arbustos.

Em nossa jornada pela Suécia, também conhecemos a feliz Fia, a vaca na campina com mil violetas noturnas e acompanhamos a emocionante caça de ursos, lobos e glutões. Também conhecemos alguns dos entusiastas da natureza únicos que divertida e generosamente compartilham suas alegrias, melhores dicas e experiências.


Arquitetura

Por muito tempo, o centro de visitantes de Hälleskogsbrännan proporcionará uma experiência da natureza após o incêndio. Tem um charme bagunçado que funciona, diz Rasmus Wærn. Foto: Jason Strong.

Dez anos atrás O Dagens Nyheter publicou um resultado abrangente contra a ambição da Agência de Proteção Ambiental Sueca de construir a natureza em vez de proteger florestas e terras. As deficiências do líder não o impediram de ganhar uma influência devastadora. Várias reservas naturais planejadas foram colocadas no gelo. Nunca saberemos quais ideias foram esmagadas em sua infância. O centro de visitantes de Hälleskogsbrännan não é uma natureza que tenha um programa muito mais extenso. Mas compartilha de sua ambição, não apenas levar os visitantes para a natureza, mas também para dentro dela. A importância do fato de que esta ruína recebeu algumas instalações construídas não pode ser superestimada. Eles trazem um pouco de ordem ao caos que o fogo deixou para trás. Sem caminhos ajardinados, vigas, churrasqueiras e torres, dificilmente seria possível visitar o grande incêndio. Aqui, as árvores podem desabar sem aviso.

Ao mesmo tempo, há uma história instrutiva aqui que trata tanto de deficiências quanto de esforços heróicos. E se a capacidade das plantas e animais de reclamar, sim, em muitos casos explorar, as terras que o fogo deixou para trás. Daqui a alguns anos, essas histórias serão a principal atração da reserva. As amplas vistas das árvores mortas não são muito mais do que um pano de fundo dramático para as histórias que a exposição do visitante apresenta. Imagino que a exposição será refeita à medida que a floresta cresce. Hoje, as perdas estão em foco, mas em breve as novas estarão no centro. Pinheiros e abetos já foram plantados fora da reserva, mas em 60% da área do incêndio a natureza está com eles. É uma das maiores áreas protegidas em todo o sul da Suécia, com cerca de oito mil hectares. Visto que são, acima de tudo, bétulas, choupos e salgueiros que agora ocuparam a antiga floresta de coníferas, é a maior floresta decídua contínua da Suécia que agora está crescendo aqui.

A torre termina a passarela de 300 metros de comprimento até Grävlingsberget. De lá, a vista é de quilômetros de largura. Foto: Jason Strong.

Os humanos são provavelmente um dos animais que têm mais dificuldade de adaptação ao novo ambiente. Aqueles que não têm espécies estabelecidas como interesse especial, precisam de um pouco de cuidado embutido para poder absorver a grandeza desoladora do fogo. O arquiteto Mikael Hassel entendeu isso. Ele ganhou a designação para projetar as instalações em Grävlingsberget com uma proposta baseada em seu projeto de graduação na KTH. Mais tarde, ele projetou a coisa toda como funcionário da arquitetura PS. Foi uma estreia de sucesso, que logo foi notada pelo júri do Prêmio Siena e por Sveriges Arkitekter em Västmanland.

O mérito reside sobretudo no ritmo das instalações. A longa ponte para pedestres avança como você faria em uma caminhada na floresta. O movimento retorna verticalmente, com a torre de vigia como o destaque da instalação em todos os sentidos. A coisa toda tem um charme bagunçado, o que prova que na verdade também é uma espécie de playground. Grävlingsberget atrairá crianças. Poucos lugares são tão seguros para grelhar e, enquanto o fogo está queimando, as crianças podem correr e inevitavelmente refletir sobre o que uma única faísca pode realizar.

Tudo é robusto, mas as reuniões importantes também são projetadas com requinte. A arquitetura está relacionada ao Museu Vasa, à premiada colagem de outro desastre de Månsson e Dahlbäck. Como lá, as construções rústicas são temperadas com citações, neste caso para as cabanas de madeira com nós da área. Alguns cantos foram projetados como correntes de canto, e o formato do teto em sela é um tema recorrente, mas mais como uma imagem do que como uma prática. A arquitetura não tenta se posicionar em nenhuma vanguarda. É, como o Museu do Vasa, mais uma lembrança dos valores da tradição moderna.

O projeto sabiamente não se refere ao fogo em si. Este tem seu monumento em todos os pinheiros mortos, e quando eles desabam, a instalação deve continuar a ser relevante. Poucos edifícios modernos mantêm uma relação igualmente forte com o meio ambiente, cuja renovação intensa é ao mesmo tempo o verdadeiro espírito do lugar. A natureza muda e a cultura é constante, até que tenha cumprido seu papel. Só existe quando a área é uma floresta como outra qualquer. Até então, a instalação desempenhará muitas funções diferentes.

A torre de doze metros de altura é composta por três volumes que são direcionados para diferentes vistas. Foto: Jason Strong

A torre de vigia, que agora é um lugar para avaliar a extensão do incêndio, logo será o único ponto onde você poderá ver a floresta de neve derretida que está subindo. Em algumas gerações, haverá um lugar para ir para as copas das árvores. A floresta torna-se acessível, não apenas por ser capaz de rolar por ela, mas também por dar a ela um foco. Aqueles que conseguem se concentrar nos detalhes do que as próprias plantas e animais contam sobre o meio ambiente não precisam dessas grandes garras, mas o restante de nós precisa de alguma orientação. A escritora do Dagens Nyheter repassou esse papel pedagógico na reserva, mas também não teria percebido a diferença que Grävlingsberget faz.

Uma reserva como a Hälleskogsbrännan foi criada com três objetivos. Primeiro, proporcionou uma oportunidade de compensar os proprietários florestais afetados. Em segundo lugar, dá às plantas e aos animais a oportunidade de reivindicar a terra com uma mistura que uma floresta de produção nunca pode fornecer. Em terceiro lugar, existem para visitantes e alunos que desejam ver e aprender sobre a floresta. Esta terceira tarefa requer alguma sutileza para não se tornar muito intrusiva. O de Mikael Hassel tem madeira retorcida e um pouco mal-humorada. Razoavelmente bem equipados e sem formas desnecessariamente complicadas, os edifícios se cravam e explodem sobre troncos e pedras. Se permanecerem em 100 anos, você poderá se perguntar como eles pesam para as árvores, embora neste ambiente seja o contrário. Primeira cultura. Então natureza.

A cobertura do mirante com seus terraços serve de sala de aula ao ar livre. Foto: Jason Strong

Fatos
Hälleskogsbrännan

Nome do projeto: Hälleskogsbrännan Endereço: 733 61 Västerfärnebo, Västmanland Tese do arquiteto: Mikael Hassel Arquiteto gerente: Mikael Hassel Arquiteto responsável: Peter Sahlin Participantes: Julia Falås Subconsultores Designer: Johan Sandström Astadien Porggkonsult AB Empreiteiro de execução em Dalggkonsult AB Empreiteiro de construção: Service AB, Zmide em Krylbo AB Subconsultants para cálculos de empreiteiros de construção moldura glulam: Limträteknik AB Altura e trabalho de instalação: Tecnologia de medição de precisão Área bruta: edifícios de aproximadamente 200 m², excluindo passarela Ano de construção: 2017–2018


"Sutip Austad é o cultivo e o livro de receitas mais legais do ano."
Residência

"Um dos nossos favoritos."
O mundo das mulheres

O interesse por plantas acompanhou Thai Sutip Austad ao longo da vida, desde os difíceis anos de crescimento como uma criança escrava, no encontro com a natureza e a cultura sueca, até sua própria fazenda na costa oeste sueca. No cultivo, Sutip encontrou tanto seu sustento quanto sua harmonia pessoal.

Em The Asian Kitchen Garden, ela compartilha sua história e filosofia de cultivo e mostra como cultivar vegetais asiáticos emocionantes e ervas como gengibre, capim-limão, melão amargo, coentro, pimenta, pak choi e espinafre malabar. É excelente criar uma exuberante horta asiática também na Suécia.Sutip sugere plantas divertidas e fáceis de cultivar, algumas crescem melhor em estufas e outras funcionam bem ao ar livre ou em vasos.

Com base na culinária tailandesa, sua própria colheita é preparada em cerca de 30 receitas.

Sutip Austad cultivou organicamente por mais de 20 anos em sua fazenda em Spekeröd, perto de Stenungsund. Por meio de colaborações com alguns dos melhores chefs da Suécia, ela se estabeleceu como uma cultivadora respeitada que sempre faz as coisas por conta própria.

Henrik Francke, que escreveu as letras, é um escritor freelance e escreve para revistas e jornais, e foi o diretor de criação da revista Gourmet por vários anos.

“O mais interessante para chefs e outros são provavelmente as seções completas onde Sutip Austad fala sobre vegetais e especiarias em texto e imagem. Muitos dos produtos ainda são incomuns na Escandinávia, outros são bem conhecidos há muito tempo, mas são apresentados com novos ângulos. "
Restaurante e cozinha comercial

"O fenômeno do cultivo Sutip Austad em Spekeröd compartilha seu conhecimento em um novo livro."
Fome

"Em seu livro The Asian Kitchen Garden, ela dá conselhos valiosos sobre como cultivar e cozinhar vegetais asiáticos."
Vida no campo

"As belas fotos do livro, dicas interessantes de cultivo e receitas atraentes nos fazem imediatamente querer ir para o campo e passar nossos dias com dedos de terra em estufas e hortas."
O mundo das mulheres

"O que seria apenas uma rápida folhinha acabou comigo devorando o livro de capa a capa. The Asian Kitchen Garden é um livro que surpreende e definitivamente vale a pena conferir."
Umeå Tidning

“Gostamos de compartilhar o conhecimento dela e nos encantamos com a foto incrível”.
Vegourmet

"A filosofia de cultivo de Sutip Austad é extremamente pessoal e surge de suas próprias experiências. Ela cultivou prímulas jovens, ervas, especiarias e vegetais asiáticos em suas estufas por 25 anos. Agora seu livro sobre a vida, cultivo e alimentação está saindo."
Tudo sobre comida

"Muita inspiração e uma história de vida pessoal que toca."
Allers

"Seu livro é rico em conteúdo de muitas maneiras, cativante e inspirador para quem deseja cultivar o asiático e talvez saber mais sobre a filosofia por trás do modo de cultivo de Sutip Austad."
Eskilstuna Kuriren

"Parece fresco e interessante e também contém peças mais filosóficas sobre como o cultivo pode ser usado para encontrar sua harmonia interna. As fotografias de ervas / plantas no livro são uma reminiscência de pôsteres de plantas da velha escola."
Casa sábia

"Agora ela trabalha com chefs suecos famosos. Seu livro é sobre filosofia de vida e cultivo sólido. Também há receitas interessantes aqui."
Casa e jardim de sonho

O livro de receitas e cultivo mais legal deste ano é de Sutip Austad.

Residência
Baixe o livro gratuitamente The Asian Kitchen Garden: cultivo e filosofia epub PDF Kindle ipad

Autor: Henrik Francke
Número de páginas: 127
ISBN: 9789127145849
Língua: sueco
Formato: PDF
Tamanho do arquivo: 17,62 Mb
Aqui você baixa e-books suecos gratuitos vertaponvini1
31connoaGEsuffre55 Download grátis ebook PDF, Kindle, epub, mobi, iPhone, iPad, Android


Dicas para presentes de Natal da equipe

Nós que trabalhamos na Bokus adoramos livros! Aqui você encontrará nossas melhores dicas para presentes de Natal

Harry Potter e a Pedra Filosofal (versão ilustrada) - É incrível ampliar sua imaginação glorificando a versão ilustrada do primeiro livro de Harry Potter antes do sexo. A segunda parte já foi comprada e está embaixo da árvore de natal este ano.

Histórias de mapas - “A melhor forma de conhecer o mundo é sair pela porta, olhar o horizonte e começar a caminhar” (Fonte: Map Stories). Outra forma de explorar o mundo é por meio do livro Map Stories ou Atlas to the White Spots of the World. No livro, viajamos, entre outras coisas. na Rota 66, nas profundezas da selva amazônica e canoas no rio Mekong.

1947 - Agosto nomeado para o livro de não ficção sueco deste ano! Prosa bem escrita e lição de história em um, de um ano turbulento na história mundial.

O maior de todos - Thriller direto multifacetado, fascinante e emocionante que é difícil de largar após uma introdução cativante.

Harry Potter e a Pedra Filosofal

JK Rowling

Histórias de mapas: ou atlas de expedições às manchas brancas do mundo

Francisca Mattйoli

Elisabeth Brsbrink

O maior de todos

Malin Persson Giolito

O monge que vendeu sua Ferrari - Antes do ano novo, recebo ânimo e motivação de O monge que vendeu sua Ferrari que está cheio de palavras de sabedoria e orientação, algo que às vezes pode ser necessário em uma Estocolmo estressante. Uma maneira perfeita de encontrar um pouco de paz no meio de todo o estresse do Natal!

E então eles eram apenas en - O clássico que não decepciona ninguém. O fato de Agatha Christie ser chamada de "a rainha dos romances policiais" dificilmente é uma coincidência. Este livro é obrigatório para você que deseja um virador de lâminas que proporcione emoção ao mais alto nível. Perfeito como um presente de Natal para os mais jovens que podem não ter encontrado o tesouro da Christie ainda!

Animais fantásticos e onde encontrá-los - Em casa, o Natal parece completo em frente a uma fogueira acesa com um livro de Harry Potter nas mãos. O novo roteiro de Rowling sobre o mundo mágico, portanto, parece um presente de Natal para fãs da HP que pensam como você - e há muitos deles!

O monge que vendeu sua Ferrari: uma história sobre a realização de seus sonhos e a realização de si mesmo

Robin Sharma

Um vilão arrogante do advogado estrela, Julian Mantle, queima a vela em ambos os espíritos e tem um ataque cardíaco no tribunal. Três anos depois, ele reaparece completamente mudado. De cinquenta e três anos e aparentando setenta, ele agora está três anos mais velho, mas parece ter trinta e cinco. Durante sua ausência, ele ficou em uma pequena vila nas montanhas do Himalaia com os sábios de Sivana. Esses sábios (e mulheres) são pessoas idosas que conhecem o segredo para uma vida iluminada, feliz e bem-sucedida. Durante uma longa noite, ele conta sobre sua nova vida e sobre a chave para a iluminação para seu amigo e colega John. O monge que vendeu sua Ferrari é uma representação cativante e divertida de uma jornada externa e interna, onde o misticismo oriental encontra o sucesso ocidental. Fácil como um romance, este livro é elogiado por, entre outros, Paolo Coelho (autor de O Alquimista): їO monge que vendeu sua Ferrari é uma história cativante que ensina como encanta.їChristina Doctare leu o livro: їO monge que vendeu sua Ferrari é um livro emocionante. Isso / / mostra que é possível mudar a vida, e que o arrependimento é uma necessidade da vida se alguém deseja viver depois de ver a morte vestida de branco. Ler este livro é um puro prazer! Ї O monge que vendeu sua Ferrari já foi traduzido para vinte idiomas e publicado em trinta países. O livro será um filme em 2006 (com o próprio autor em um dos papéis!) Tradução Cecilia Lyckow BöckmanRobin Sharma é advogada desde o início e agora é uma palestrante e treinadora muito procurada nas áreas de estilo de vida, desenvolvimento pessoal e liderança pessoal. Ele tem 41 anos, é solteiro e tem dois filhos. Ele escreveu sete bestsellers internacionais, nenhum deles publicado anteriormente em sueco, e seus livros são lidos e amados por todos os tipos de pessoas, professores, celebridades de Hollywood, estudantes, a família real britânica, estrelas do rock e supostamente um astronauta israelense! Veja também seu site www.robinsharma.com.

E então eles eram apenas um

Agatha Christie

Dez pequenos soldados їsupї Rio. Um enfiou na garganta, e eles semearam apenas nove. É a rima infantil clássica que deu o nome à obra-prima de formação de estilo de Agatha Christie, de 1939. Dez sementes foram convidadas para uma mansão no isolado costa sul da Inglaterra. O okre do ganso nunca aparece, mas logo aprende seus arrepios e entende que todos serão punidos. Moralmente, todos eram culpados de assassinatos pelos quais nunca foram responsabilizados. A necessidade do primeiro cadáver é encontrada, enquanto ao mesmo tempo é claro que todo contato com o ambiente é rompido, uma batalha semelhante a um pesadelo começa repetidamente. E eles vêem apenas um dos livros mais doces de todos os tempos , todas as categorias. É o primeiro de uma série de histórias de detetive de Agatha Christie baseadas em rimas infantis. Os romances de Agatha Christie estão esgotados. A partir do outono de 2014, novas traduções da obra do grande detetive escritor serão publicadas. Em uma nova tradução de Helen Ljungmark, os romances de Agatha Christie têm uma unidade que abrange a autoria. Conceitos desatualizados foram modernizados sem que os livros tivessem perdido uma base linguística na época em que foram escritos. Ao mesmo tempo, surgiu uma engenhosidade britânica que antes havia sido esquecida. Primeiro a sair ї O Assassinato no Expresso do Oriente e A Casa da Pílula em setembro de 2014, seguido por E eles só veem um em novembro, O Natal de Poirot em dezembro e a Flecha da Morte, O Mistério do Resort de Praia, Cinco Borboletas e Os Mistérios de Miss Marple em 2015. por Bookmark Publisher.Agatha Christie (1890-1976) Adquire o mundo inteiro como a rainha dos romances policiais. Seus livros foram vistos em mais de oito bilhões de cópias em todo o mundo, que nenhum outro autor nos tempos modernos pode encontrar. No total, Christie escreveu їio romances policiais e coleções de contos, dezenove dramas e seis romances sob o pseudônimo de Mary Westmacott.

Animais fantásticos e onde encontrá-los

JK Rowling

Quando o magizoologista Newt Scamander chega a Nova York, ele pretende que sua estada seja apenas uma breve parada. No entanto, quando seu caso mágico é extraviado e algumas das feras fantásticas de Newt escapam, isso significa problemas para todos. Inspirado no livro de Hogwarts original de Newt Scamander, Animais fantásticos e Onde encontrá-los: o roteiro original marca a estreia do roteiro de J.K. Rowling, autora dos livros amados e mais vendidos internacionalmente de Harry Potter. Um feito de imaginação e apresentando um elenco de personagens notáveis ​​e criaturas mágicas, esta é uma narrativa épica repleta de aventuras no seu melhor. Seja um fã existente ou novo no mundo mágico, este é um complemento perfeito para qualquer amante de cinema ou estante de livros do leitor. O filme Animais Fantásticos e Onde Encontrá-los terá seu lançamento nos cinemas no dia 18 de novembro de 2016.

Agaton Цman e o alfabeto - Um livro engenhoso com ilustrações detalhadas e precisas. Com texto que nos ensina o alfabeto e ao mesmo tempo convida à festa da risada. Perfeito como farol alto em frente ao fogo durante a semana.

Me esqueça - Uma história verdadeira e autoexplicativa sobre o relacionamento de um filho com sua mãe. Um livro que deixa rastros na alma e no coração.

Agaton Цman e o alfabeto

Sven Nordqvist

Agaton encontra um A na garagem e o entrega ao farmacêutico porque ele coleciona A. Em vez disso, ele obtém um B, mas um vilão o empurra. O amigo do vilão sente pena de Agaton e lhe dá um C. E assim por diante, ao longo do alfabeto, Agaton encontra muitos tipos estranhos em seu caminho. Até que ele finalmente tem um A restante que ele coloca na garagem.

Me esqueça

Alex Schulman

Em seu romance mais autodepreciativo de todos os tempos, Alex Schulman conta a história da busca pela reconciliação com sua mãe alcoólatra. É verão. Alex Schulman está na fazenda de sua mãe para persuadi-la a se matricular em uma clínica de reabilitação. Isso é o suficiente agora. Ele quer sua mãe de volta. A mãe feliz de que ele se lembra desde a infância. O que realmente deu errado entre eles? Através de flashbacks profundos e dolorosos de Alex para a infância, o leitor acompanha o relacionamento crepitante entre mãe e filho e, quando a separação entre eles parece ser maior, segue a busca desesperada do filho adulto para reparar o relacionamento. Esqueça-me por uma representação comovente e profundamente pessoal de uma relação problemática entre mãe e filho, sobre co-dependência, saudade e a necessidade incansável de reconciliação. "Isso parece muito bom." Niklas Wahllöf, Dagens Nyheter "Habilmente descrito, Schulman nos leva muito perto da dor." Jenny Morelli, Svenska Dagbladet "Triste e emocionante." Becksa Beckman, Expressen "Comovente, clarividente e forte." Ingalill Mosander, Aftonbladet "Reto, honesto e insensível do início ao fim." Therese Eriksson, UNT "Não esqueça este livro!" Jakob Carlander, Corren "Esqueça um livro extremamente triste, mas também um raro e emocionante." Philip Teir, Hufvudstadsbladet "Raramente li uma descrição tão pungente das marcas nojentas da co-dependência." Maria Zaitzewsky Rundgren, Accent Magazine "Ele pode escrever. E ele pode sentir." Anneli Dufva, P1 Kulturnytt "Um livro muito comovente." Malou von Sivers, Malou depois de dez "Não consigo parar de ler, preso como uma chave de fenda. É tão incrivelmente forte e autodepreciativo. É uma história que realmente vai além da pele. É muito, muito bom. É forte e emocionante, diretamente através. " O espelho do livro

Garota da areiaé como olhar para os últimos dias livres de verão de um jovem através de lentes desbotadas pelo sol. No lago arenoso, você pode se refugiar na natureza, quando a vida ao seu redor é pesada. Linguagem densa, intensa, concentrada que me encantou e me transportou para outro tempo e lugar.

A dor é a coisa com as penas - Justamente quando a dor parece mais interminável e você está cansado dos cuidados de amigos e parentes, o riacho bate à porta. Krеkan se move e mostra cuidado, quebras, desafios e travamentos. Krékan acaba sendo exatamente o que o pai e os dois filhos precisam quando sua amada esposa / mãe falece. História fantástica, triste e divertida de amor e perda, retratada em uma linguagem única, do pai, dos filhos e da perspectiva do filho. Traduzido e publicado recentemente em sueco: A dor deve ser emplumada.

Hoje em dia dançamos em roda todas as noites depois do trabalho. Se não cantamos e tocamos como os músicos do Skaraborg, então vamos como o corvo do padre ou pulamos como as rãs. A razão, claro, é que Primeiro cancioneiro tornou-se um grande favorito da parte mais jovem da família e nós, adultos, costumamos incentivá-lo quando ambos participamos das belas fotos, bem como da cama e dos belos arranjos via módulo de som, que também são facilmente conectados a os auto falantes.

Garota da areia

Martha Fohlin

É o último verão dela na ilha antes de ser mandada embora de sua família. O ano é 1939 e fala-se de uma guerra iminente na Europa. Para a menina, a natureza se torna uma forma de escapar da sensação de ameaça, isolamento e alienação. Ela sabe que em breve se tornará uma mulher e que a mudança corporal ocorrerá sem mulheres adultas por perto.Marta Fohlin estreou com o aclamado pela crítica Não sou bom o suficiente para a felicidade (2014). Seu novo romance, The Sand Girl, é baseado em eventos reais e entrevistas de pessoas que viveram em Fyrbyn nas areias de Gotska durante o período de emergência.

Luto é a coisa com penas

Max Porter

Em um apartamento em Londres, dois meninos enfrentam a tristeza insuportável da morte repentina da mãe. Seu pai, um estudioso de Ted Hughes e um romântico desleixado, imagina um futuro de visitantes bem-intencionados e vazio. Neste momento de desespero, eles são visitados por Crow - antagonista, malandro, curandeiro, babá. Este pássaro sentimental é atraído pela família enlutada e ameaça ficar até que eles não precisem mais dele. Esta estreia extraordinária, cheia de humor inesperado e verdade emocional, marca a chegada de um novo talento emocionante e significativo.

Primeiro cancioneiro: com módulo de som

Catarina kruusval

Os pequenos livros de cama de Kruusval se tornaram um grande sucesso graças às suas fotos engraçadas e divertidas. Finalmente, as músicas com as músicas gravadas que acompanham agora vêm em um painel de som. Navegue, pressione e cante! O primeiro cancioneiro contém 12 canções infantis clássicas: O urso dorme, Ambos os cordeiros brancos, O esquilo sentado na árvore de Natal, Um elefante equilibrado, Em uma casa no fim da floresta, Aranha Imse vimse, Little caracol, O pequeno riacho do padre O burro corre pelo gelo, Os sapinhos, O berço do feiticeiro e Nós somos músicos.

História de um casamento - Este livro descreve com muita precisão todas as nuances de um relacionamento amoroso. Sem clichês ou reviravoltas dramáticas, mas afinado e com total respeito pelos envolvidos. Um livro para quem tem interesse em relacionamentos!

O maior de todos - Esta foi provavelmente a experiência de leitura deste ano! Uma introdução que agarra diretamente e leva o leitor à última página. É emocionante e inesperado e, ao mesmo tempo, há uma perspectiva social interessante que levanta questões sobre classe, poder e culpa.

Estou bem agora - O laureado Alma deste ano escreveu este romance de amor distópico. A história se passa em um verão em que o mundo parece afundar por um tempo e alguns jovens são deixados à própria sorte. É emocionante, triste e romântico!

O terceiro da fila - Com seu blog de esboço, Mattias Adolfsson se tornou um fenômeno internacional com 85.000 seguidores no Instagram. No livro muito bem projetado, há uma grande seleção de esboços de Mattias coletados. Um mundo completamente único para se perder. Olhe para o teste de leitura antes de ver!

História de um casamento

Geir Gulliksen

O maior de todos

Malin Persson Giolito

Estou bem agora

Meg Rosoff

O terceiro da fila

Mattias Adolfsson

Quer dar Nascido para correr como um presente de Natal para todos os fãs de Bruce, amantes da música e sonhadores por aí. Uma excelente biografia de rock que fascina e comove ao mesmo tempo. Claro, é extremamente impressionante que o próprio chefe tenha escrito o livro, o que o torna mais autêntico!

O romance de estreia de Tone Schunnesson Relatórios de viagemé poético, explosivo e incrivelmente difícil de largar. Adorei o idioma e espero mais do Tone no futuro!

Quando o pai um dia chega 17 minutos atrasado, a filha sabe que é o começo do fim. O que seria um livro conjunto baseado em entrevistas é transformado em uma descrição brilhante de crescimento. O preocupado é uma experiência de leitura além do comum e você não precisa ser um fã de Bergman para se envolver na história.

Nascido para correr

Bruce Springsteen

"Bruce Springsteen alcançou algo tão notável como uma história de rock que é divertida de ler" DN ". Ele é um narrador muito difícil" Expressen ". Escrever sobre si mesmo é estranho. Mas em tal projeto, o autor deu um single" Para mostrar ao leitor seu eu interior. Tentei fazê-lo nestas páginas. " Bruce Springsteen Еr 2009 stod Bruce Springsteen och E Street Band fцr underhеllningen pе Super Bowl. Upplevelsen var sе omvдlvande att Bruce bestдmde sig fцr att skriva om den. Det var sе denna personliga sjдlvbiografi tog sin bцrjan.Under de senaste sju еren har Bruce Springsteen i hemlighet дgnat sig еt att skriva berдttelsen om sitt liv och bjuder hдr pе samma дrlighet, humor och originalitet som utmдrker hans lеtar. Han beskriver den katolska uppvдxten i Freehold i New Jersey, som vдckte hans drцmmar och ledde fram till цgonblicket han kallar Big Bang: att se Elvis Presleys debut pе Ed Sullivan Show. Hдr skildrar han pе ett levande sдtt sin drivkraft att bli musiker, sina tidiga еr som barbandskung i Asbury Park och E їStreet Bands tillkomst. Med stor цppenhet berдttar han fцr fцrsta gеngen om de personliga motgеngar som inspirerat hans frдmsta verk, och visar varfцr lеten Born to Run har en djupare innebцrd дn de flesta kдnner till. Born to Run дr en цgonцppnare fцr alla som nеgonsin gillat Bruce Springsteen, men boken дr mer дn en legendarisk rockstjдrnas memoarer. Det дr en bok fцr knegare och drцmmare, дlskare och ensamvargar, konstnдrer, galningar och alla som nеgonsin velat dцpas i det heliga vatten vi kallar rocknroll. Sдllan har en artist berдttat sin historia med en sеdan kraft och spдnnvidd. I likhet med hans lеtarї - Thunder Road, Badlands, Darkness on the Edge of Town, The River, Born in the USA, fцr att nдmna nеgra - дr Bruce Springsteens sjдlvbiografi skriven med en unik lеtskrivares poetiska skдrpa och en reflekterande mдnniskas livserfarenhet. Bruce Springsteen slog igenom 1975 med albumet Born to Run. Han har blivit invald i Rock and Roll Hall of Fame, Songwriters Hall of Fame och New Jersey Hall of Fame. Han har till delats tjugo Grammy Award, en Oscar och Kennedy Center Honors. Han bor i New Jersey med sin familj.Цversдttning av Erik MacQueen Omslagsfoto © Frank Stefanko "Rockbiografier дr en trдig genre, men Springsteen har еstadkommit nеgot sе anmдrkningsvдrt som en rockhistoria som дr rolig att lдsa. Ja, ibland skriver Springsteen som om han hеller ett brandtal frеn en stor arena under en fyratimmarskonsert. Resultatet дr en jovialisk prosa dдr man hцr hans hesa skratt." Malena Rydell, DN "Jag blir flera gеnger ocksе genuint rцrd av den genuina vдlvilja, snдllhet, som berдttarrцsten utstrеlar. Och jag blir lika berцrd nдr Springsteen med retorisk skicklighet fцrklarar sin grдnslцsa kдrlek till fцrlцsande soul och rocknroll samt, senare i livet, kдrleken till sjдlva kдrleken" Andres Lokko, SVD "Bruce Springsteen ger allt i sjдlvbiografin. Цversдttningen av Erik MacQueen дr utmдrkt, koncis, med flytet intakt." Jan Gradvall, Expressen"I sista kapitlet skriver han naket till sin far, som fick diagnosen paranoid schizofreni, och konstaterar fцr egen del att 'djдvulen дr aldrig mer дn en dag bort'. Det дr mцrkt. Men i epilogen skymtar ljuset. Bruce Springsteen sдtter sig pе sin motorcykel, flyr in i ensamheten och fеngar den frihetskдnsla han tonsatt sе mеnga gеnger tidigare. Han дr en svеrslagen berдttare." Anders Nunstedt, Expressen "Boken kдnns ocksе som en av Springsteens spelningar. Den дr lеng och utmattande och extatisk och larvig och rolig och sorgsen och sentimental och kдrv och romantisk och obehaglig. Texten bцljar fra

Tripprapporter

Tone Schunnesson

"Jag дr hel. Jag дr en perfekt maskin, Gud har rцrt vid mig och sett mig i min olycka och sagt еt mig att leva som jag gцr fцr att jag дr hans perfekta dotter. Jag rцr mig genom livet med min ensamhet och min цvergivenhet och jag дr stolt och stor, oцvervinnlig, inget i livet kan bli fel fцr jag дr perfekt. Jag дr sе vacker, jag дr sе vacker. Jag дr ensam. Jag дr ful, jag дr sе vidrig."Hon lever hela tiden pе grдnsen, utnyttjar andra och lеter sig utnyttjas. Stдndigt pе jakt efter att komma undan folk hon дr skyldig pengar fцrsцker hon vдrja sig mot minnenas sentimentalitet genom att inte sluta dricka. Men ibland nyktrar hon till och tдnker att det дndе finns nеgon som kan rдdda henne. Kanske nеgon av dem hon trots allt дlskar eller har дlskat? Gеr det att bli rдddad om man sjдlv inte vet om man vill det?Tone Schunnessons debutroman Tripprapporter дr en kompromisslцs och poetisk resa in i en ung kvinnas mentala tillstеnd.

De oroliga

Linn Ullmann

"Jag numrerar, ordnar och katalogiserar. Jag sдger: Det var tre kдrlekar. Jag дr idag lika gammal som min far var nдr jag fцddes. Fyrtioеtta еr. Min mor var tjugosju, hon sеg bеde mycket дldre och mycket yngre ut дn sin еlder den gеngen."De oroliga дr en lekfull, utforskande och genreцverskridande roman om ett barn som inte kan vдnta med att vдxa upp, och fцrдldrar som skulle fцredra att vara barn. Det дr en bok om minnen, glцmska och de mеnga berдttelser som utgцr ett liv."Trollbindande" (DN), "Ett litterдrt mдstarprov inom den sjдlvbiografiska genren" (Expressen)

Under min tid i Uppsala fick jag upp цgonen fцr Berglins skarpa humor och hдrliga tecknarstil. Serier frеn andra vеningenдr en given julklapp till en vдn som vill skratta!

I Fest pе 30 min slеr Jessica Frej ett slag fцr att bjuda цver fler vдnner oftare, men utan nеgon festfixarstress. Med festliga trerдttersmenyer som gеr att sno ihop pе en halvtimma дr vдl alla hinder undanrцjda? Ge den till nеgon du skulle vilja bli hembjuden till oftare!

Tom Gates fantastiska vдrld - Min 9-еring behцver ta steget till att bцrja lдsa sjдlv hellre дn att grabba tag i PS4-kontrollen, datorn eller paddan. Dе kommer de lдttlдsta men fartfyllda bцckerna om Tom Gates vдl till pass med roliga bilder och tokiga spektakel!


Slutligen bör man även satsa på en säker app för lösenord där all viktig information sparas både på mobilen och i molnet, om olyckan skulle vara framme och man förlorar sin telefon. Att spara både lösenord och bilder i molnet gör den eventuella olyckan betydligt mindre olycklig.

Bonustips:

Jag vill personligen även tipsa om att ta med några stödstrumpor. Nej det är inte bara för gamla männsiskor. Faktum är att stödstrumpor är det bästa som finns för ömmande ben under långa flygresor. Ta på strumporna innan ni går på planet och kom fram med fräscha slanka vader till resmålet.

Med dessa tips sparar man både tid och pengar, förutom huvudvärken och tidsförlusten som kan uppstå om man har oturen att packa fel. En smart packning leder till smidigare resor och mer tid att njuta av semestern!

OCH: bonustipset är att ta med er en billig backup mobil. Jag kraschade min Iphone i bildörren det sista på resan. Ni skulle sett mina ögon när jag såg den sorliga synen av min forna mobil haha. Det blev ett jäkla krångel sen med att få tag i nån billig skittel att ha tills jag får tillbaka min telefon via försäkring hemma. Att vara utan mobil på resan är som att sola utan sol…nästan :)


Video: Somos a terra: os direitos da natureza e o futuro da humanidade